Última hora

Última hora

A Rússia acusa a Ucrânia de se servir do gás de exportação para a Europa

Em leitura:

A Rússia acusa a Ucrânia de se servir do gás de exportação para a Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Com a diminuição do fluxo de gás nos gasodutos ucranianos, aumenta a guerra de acusações entre Moscovo e Kiev. A Rússia está a deixar escoar para a Ucrânia apenas o gás destinado ao cumprimento dos contratos com os países europeus. Esta manhã Moscovo acusou o governo de Kiev de ter roubado já no domingo cem milhões de metros cúbicos do gás destinado à Europa.

A Ucrânia rejeita esta acusação, mas o ministro ucraniano da Energia adverte para a possibilidade de vir a fazê-lo se as temperaturas descerem abaixo dos 0° graus centígrados. A Rússia faz passar pelos gasodutos da Ucrânia 130 mil milhões de metros cúbicos de gás por ano, dos quais 85% se destinam à Europa. Os 15% da Ucrânia são pagos a baixo preço como contrapartida pela cedência dos gasodutos. Já hoje a Moldávia anunciou também o corte do fornecimento de gás por parte da Rússia por não haver acordo quanto ao preço. Alguns países europeus começam já sofrer os efeitos deste impasse.