Última hora

Última hora

Turistas italianos ameaçados de morte no Iémen

Em leitura:

Turistas italianos ameaçados de morte no Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

Os raptores dos cinco turistas italianos no Iémen ameaçam matar os reféns se os militares lançarem um ataque. O exército e as forças de segurança iemenitas cercaram o grupo de sequestradores na esperança de conseguirem uma libertação “pacífica”. Uma delegação governamental e de chefes de tribos dirigem-se para a região onde estão os reféns para tentarem pôr fim à crise pela via diálogo.

Cinco turistas italianos, três mulheres e dois homens, foram sequestrados domingo por membros de uma tribo na região de Maareb, a 170 quilómetros a leste de Sanaa, um dia depois da libertação de um antigo diplomata alemão e da sua família, que ficaram retidos por uma outra tribo durante quatro dias.

O governo iemenita diz que vai tomar medidas para acabar com este tipo de terrorismo e com o tráfico de armas. No Iémen o número de armas de fogo na posse de civis está estimado em 60 milhões uma média de três por habitante.