Última hora

Última hora

Incerteza sobre data do voto não adia companha eleitoral palestiniana

Em leitura:

Incerteza sobre data do voto não adia companha eleitoral palestiniana

Tamanho do texto Aa Aa

Os palestinianos deram início à campanha eleitoral para as legislativas sem saberem sequer em que dia vão votar.

O clima é de grande incerteza. O escrutínio está marcado para o próximo dia 25, mas ontem, pela primeira vez, o presidente da Autorida Palestiniana admitiu a possibilidade do adiamento, uma hipótese que o Hamas rejeita categoricamente. A situação tem estado muito tensa no território da Faixa de Gaza e garantir a ordem e a segurança não parece ser fácil. Depois da revolta dos polícias, Mahmoud Abbas tinha prometido o restabelecimento da ordem e garantido a realização das eleições na data prevista, mas já ontem afirmou que o acto eleitoral poderá ser adiado se Israel insistir em boicotar as eleições em Jerusalém-Leste. O governo israelita pressiona assim contra a participação do Hamas nas eleições, mas os seus militantes estão cheios de esperança. Para o porta-voz do movimento, Sami Abu Zuhri, “é uma nova era que se abre ao povo palestiniano, um tempo para a mudança e para as reformas”. Num momento de fortes divisões no Fatah, que sempre governou a autoridade palestiniana, o Hamas não tem qualquer interesse em adiar as eleições. As sondagens dão-lhe boas perspectivas.O movimento conhecido no exterior pelo seu radicalismo e pela violência dos atentados, tem junto dos palestinianos um capital eleitoral muito elevado enquanto grupo de acção social, preocupado com a construção de escolas, hospitais e ajuda às populações.