Última hora

Última hora

Ariel Sharon encontra-se "num estado severo"

Em leitura:

Ariel Sharon encontra-se "num estado severo"

Tamanho do texto Aa Aa

O estado de saúde do primeiro-ministro israelita continua a ser considerado muito grave, é a última informação dos responsáveis do hospital de Hadassah, em Jerusalém onde Ariel Sharon foi submetido a uma intervenção cirúrgica durante várias horas. Um dos responsáveis pela equipa médica que acompanha Sharon informou que após a operação o paciente foi transferido para a unidade de cuidados intensivos, onde se encontra nesta altura sob a mais rigorosa vigilância, uma vez que a situação “é muito severa”, confirmou o professor Shlomo Mor Yossef.

A operação a que o primeiro-ministro israelita foi submetido, após ter sofrido um grave ataque cerebral na quarta-feira, correu com normalidade e a hemorragia foi parada. À frente da equipa médica estão dois neurocirurgiões argentinos considerados verdadeiras eminências nesta especialidade. Fontes médicas indicaram que a operação poderia potencialmente ameaçar a vida de Ariel Sharon, e mesmo que sobreviva, ficará imobilizado durante algum tempo. A gravidade do estado de saúde do primeiro-ministro está a suscitar bastante preocupação no país. Colaboradores próximos do chefe do governo citados pela rádio militar, confessaram “esperar um milagre”, considerando que a “situação se apresenta bastante delicada”. Sharon foi admitido quando estava semi-consciente, com uma tensão arterial alta. Nessa altura verificou-se uma grave hemorragia cerebral tendo sido conduzido à mesa de operações após um exame.