Última hora

Última hora

Reféns italianos resgatados no Iémen

Em leitura:

Reféns italianos resgatados no Iémen

Tamanho do texto Aa Aa

A libertação dos cinco italianos sequestrados no Iémen decorreu sem intervenção militar. A mediação permitiu o resgate dos turistas. Mas o exército iemenita acabou por deter os raptores, que entretanto se tinham escondido.

Os turistas italianos encontram-se de boa saúde apesar de abalados emocionalmente. O cativeiro das três mulheres e dos dois homens durava desde o dia de Ano Novo. No domingo, elementos da tribo dos al-Zaydi procederam ao rapto na zona de Marib, a centena e meia de quilómetros a Leste da capital, Sanaa. Os sequestradores pretendiam a libertação de oito membros do seu clã, que se encontram detidos por crimes de delito comum. O Iémen é o país mais pobre da Península Arábica. O rapto de turistas nas regiões tribais tornou-se frequente nos últimos meses, normalmente sem consequências. A última morte sucedeu há seis anos, quando um norueguês foi apanhado num fogo cruzado.