Última hora

Última hora

Sobe o número de turcos infectados com o H5N1

Em leitura:

Sobe o número de turcos infectados com o H5N1

Tamanho do texto Aa Aa

Os esforços das autoridades turcas são insuficientes para travar a progressão da gripe das aves e as informações sobre o número de pessoas infectadas não são claras. Existem pelo menos nove casos humanos confirmados de contágio com a estirpe H5N1. Mas a suspeição envolve três dezenas de pacientes.

Os casos de infecção humana foram inicialmente detectados no leste do país mas Ancara, no centro da Turquia, também já foi atingida. E na província de Bursa, a ocidente, foram detectadas aves com o H5N1 mas ainda não há registo de contágio humano. A epizootia deflagrou na localidade de Dogubeyazit. Três crianças da mesma família morreram, embora apenas haja confirmação de infecção com o H5N1 de duas delas. Na região as aves de capoeira circulam livremente pelos quintais e pelas ruas e as crianças acabam por estar mais expostas. Até porque a possibilidade de contágio entre humanos ainda não passa de uma hipótese. O Irão tomou entretanto mediadas draconianas junto à fronteira turca. No posto de Gurbulak, a apenas 40 quilómetros de Dogubeyazit, os veículos que atravessavam a fronteira eram sistematicamente desinfectados e algumas pessoas foram mesmo impedidas de entrar no Irão. As mortes registadas na Turquia devido ao H5N1 são as primeiras a sucederem longe do sudeste asiático onde a doença matou mais de 70 pessoas desde 2003.