Última hora

Em leitura:

Regime iraniano decidido a avançar com programa nuclear


mundo

Regime iraniano decidido a avançar com programa nuclear

O Irão decidiu manter o seu programa nuclear. Teerão anunciou, esta segunda-feira, o reinício das actividades nucleares sensíveis e garantiu que o efeito de quaisquer sanções será nulo.

Mohammed El-Baradei, director da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), organismo internacional que controla a proliferação nuclear e que tenta convencer o Irão a não embarcar nessa aventura, afirmou que perdeu a paciência, tal como a comunidade internacional. “A credibilidade do processo de verificação está em causa”, diz El-Baradei. Quem também não está nada satisfeito com este anúncio iraniano é a Alemanha. O seu responsável pela pasta dos Negócios Estrangeiros, Frank-Walker Steinmeier, considerou que o anúncio da retirada dos cadeados dos centros de investigação nuclear não pode ficar sem resposta consequente nas negociações entre os três da União Europeia. Esses três são a Alemanha, França e Reino Unido, mediadores da crise. O ministro alemão acrescentou que este gesto de Teerão representa uma ruptura com os compromissos assumidos. O Irão insiste no direito de possuir um programa de enriquecimento de urânio, o que lhe permitirá produzir combustível para as futuras centrais nucleares, que, garante, têm fins civis. No entanto, europeus e norte-americanos suspeitam que este programa tenha como objectivo o fabrico da bomba nuclear.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Momento alto da peregrinação anual dos muçulmanos a Meca