Última hora

Última hora

Irão obstinado em prosseguir com programa nuclear

Em leitura:

Irão obstinado em prosseguir com programa nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

O Irão não vai recuar quanto ao programa nuclear. Teerão retomou as actividades de investigação sobre enriquecimento de urânio. O presidente iraniano diz que não se deixa intimidar pelas condenações e pelo risco de sanções. Mahmmoud Ahmadinejad evoca o direito do seu país e reitera que o programa tem fins civis.

Face à decisão mesmo a Rússia, parceira económica de Teerão, diz estar inquieta e alarmada. Os Estados Unidos não prevêem por agora um ataque militar contra o Irão, mas garantem que a hipótese continua na mesa. O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, anunciou que os ministros dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, França e Alemanha vão analisar esta quinta-feira com o chefe da diplomacia europeia, Javier Solana, qual o caminho a seguir, pois a decisão iraniana é muito grave. Blair acrescenta que é provável o recurso ao Conselho de Segurança da ONU, para a eventual aplicação de sanções, como foi evocado recentemente na Agência Internacional de Energia Atómica. Esta possibilidade tinha sido afastada, até agora, pois Teerão suspendera as actividades de enriquecimento de urânio. Em Agosto, o Irão já tinha retomado a conversão de urânio e não esconde a vontade de proceder ao enriquecimento do metal radioactivo. Os responsáveis iranianos falam de fins civis, mas a comunidade internacional teme que o programa seja usado para fabricar uma bomba atómica.