Última hora

Última hora

Início do segundo julgamento do canibal alemão

Em leitura:

Início do segundo julgamento do canibal alemão

Tamanho do texto Aa Aa

Começou hoje em Frankfurt, na Alemanha, o segundo processo do canibal de Rotenburg. Armin Meiwes volta à barra do tribunal acusado de assassinato. O Supremo Tribunal alemão anulou o primeiro julgamento por considerar a acusação e o veredicto demasiado clementes.

Em 2004, o informático de 44 anos tinha sido condenado, por homicídio involuntário, a oito anos e meio de prisão pela morte de Bernd Jurgen Brandes, a qual confessou. A acusação pede prisão perpétua e o novo novo veredicto é esperado em Março. Os factos tiveram lugar em 2001 em Rotenburg, no Leste da Alemanha. Armin Meiwes coloca um anúncio na internet à procura de um parceiro sexual disposto a morrer. Encontra Bernd Jurgen Brandes, um engenheiro de 43 anos, que se mostra disposto a ser sacrificado. Os dois homens comem juntos o sexo de Brandes, que acabará por ser massacrado e consumido nos meses seguintes. O canibal foi detido em finais do ano seguinte, quando procurava novas vítimas.