Última hora

Última hora

"Troika" europeia reúne-se para discutir dossiê nuclear iraniano

Em leitura:

"Troika" europeia reúne-se para discutir dossiê nuclear iraniano

Tamanho do texto Aa Aa

Os três países da União Europeia que têm nas mãos o dossiê nuclear iraniano reúnem-se esta quinta-feira para decidir o que fazer a seguir.

O presidente iraniano decidiu retomar as actividades nucleares em mais três centrais do país. Um desafio à comunidade ocidental que o chefe de Estado Mahmud Ahmadinejad prefere chamar direito. O presidente iraniano diz que nem os Estados Unidos, nem a Agência Internacional de Energia Atómica podem tirar o direito ao Irão, um país soberano, de enriquecer urânio. O Irão assinou o tratado de Não-Proliferação nuclear que permite proceder ao enriquecimento para fins civis. Mas mesmo assim a comunidade ocidental não quer permitir que tal aconteça, pois teme que o Irão queira fabricar armas atómicas, algo que iria desequilibrar o panorama geopolítico da região.Os Estados Unidos já reafirmaram que querem resolver o assunto de forma pacífica, mas levar o dossiê ao Conselho de Segurança parece inevitável. França, Alemanha e Reino Unido discutem hoje a posição a tomar pela União Europeia. Representantes dos três países encontram-se em Berlim. No final, irão comunicar por telefone à secretária de Estado norte-americana Condoleezza Rice o que decidiram. Depois, será a Agência Internacional de Energia Atómica que terá o poder de decidir o que fazer. Há indicações sobre uma reunião extraordinária do conselho de governadores daqui a 15 dias no máximo. Em caso de voto entre os 35 governadores, os Estados Unidos esperam obter o apoio da maioria, apsar das reticências da China e da Rússia.