Última hora

Última hora

Crescimento económico da Eurozona deve acelerar em 2006

Em leitura:

Crescimento económico da Eurozona deve acelerar em 2006

Tamanho do texto Aa Aa

O crescimento económico da Zona Euro deve acelerar muito ligeiramente no segundo trimestre deste ano, segundo as previsões agora publicadas pla comissão europeia. Estas previsões apontam para um crescimento do PIB do conjunto de 12 países de entre 0,4% e 0,9%.

Com estas previsões, foram também publicados os números do terceiro trimestre de 2005, com um crescimento do PIB de 0,6%, a subir em relação à primeira metade do ano.

Confirma-se o crescimento económico da Eurozona, o que dá mais argumentos ao Banco Central Europeu para proceder, mais uma vez, a um aumento no preço do dinheiro. Os analistas prevêem uma nova subida das taxas de juro do BCE ainda neste trimestre.

A Espanha, a França e a Alemanha, três das maiores economias dos Doze, foram os países que mais contribuiram para esta aceleração do ritmo de crescimento. A economia espanhola cresceu 0,8%. No entanto, o campeão foi a Finlândia, com um crescimento de 2,9% do PIB.

Já Portugal contribuiu para baixar a média, com uma recessão de 0,9%. A Itália teve um crescimento também abaixo da média.

Em Dezembro, o Banco Central Europeu subiu a taxa de juro directora dos 2% para os 2,25% e justificou a medida com o combate à inflacção e com os sinais de crescimento da economia.

Muitos economistas estão contra a decisão e dizem que uma nova subida vem pôr em perigo o crescimento que, apesar de estar a acelerar, continua relativamente fraco.