Última hora

Última hora

Bachelet vence eleição histórica no Chile

Em leitura:

Bachelet vence eleição histórica no Chile

Tamanho do texto Aa Aa

Os chilenos escolheram Michele Bachelet para dirigir os destinos do país. É a primeira vez que uma mulher vai assumir a presidência do Chile. A candidata do centro-esquerda, cujo pai morreu nos cáceres da ditadura, obteve mais de 53 por cento dos votos.

A emoção esteve presente no discurso da vitória: “Quem teria pensado… quem teria pensado há vinte, dez ou mesmo cinco anos que o Chile queria para presidente uma mulher. O mundo olhou para esta eleição com uma boa dose de surpresa. Mas esta não é a primeira vez, nem será a última, que os chilenos surpreendem o mundo. Depois de 17 anos de ditadura fizemos uma transição exemplar para a democracia. E vamos supreender o mundo uma vez mais pois vamos demonstrar que uma nação pode ser mais próspera sem perder a sua alma. A violência entrou na minha vida e destruiu tudo o que eu amava. Porque fui uma vítima do ódio dediquei a minha vida a inverter esse ódio. Há alguém que estaria muito orgulhoso de mim neste momento, um homem que gostaria de poder abraçar esta noite. Esse homem é o meu pai…” As reacções dos apoiantes de Bachelet não se fizeram esperar. As ruas de Santiago do Chile encheram-se, assim com de outras regiões do país. A presidente eleita obteve mais de 3,6 milhões de votos ficando a meio milhão de sufrágios de Sebastian Piñera. O candidato da coligação Aliança pelo Chile cedo reconheceu a derrota. Durante o seu discurso felicitou naturalmente Michele Bachelet e, através da vencedora, teceu um grande eleogio às mulheres do seu país.