Última hora

Última hora

Médicos privados alemães nas ruas para exigir aumento dos honorários

Em leitura:

Médicos privados alemães nas ruas para exigir aumento dos honorários

Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha assiste ao protesto dos médicos privados, descontentes com os baixos salários e o aumento da burocracia. Esta quarta-feira, 40 associações de médicos conseguiram juntar 20 mil profissionais para a mega-manifestação em Berlim. Mas a mobilização levou ao encerramento de 50 mil consultórios, ou seja metade dos existentes no país. Houve outras marchas um pouco por toda a Alemanha.

Os médicos liberais dizem que o seu futuro está ameaçado e pedem medidas ao governo. A ministra da Saúde, Ulla Schmidt, compreende as inquietações, mas envia as queixas para as associações que gerem o sistema. Garante que só uma parte do problema advém da legislação e que compete às associações profissionais e às seguradoras a fixação do montante dos honorários médicos. Mesmo assim, está disposta a receber os representantes da classe.