Última hora

Última hora

Outra morte na Turquia: um novo caso suspeito de gripe aviária

Em leitura:

Outra morte na Turquia: um novo caso suspeito de gripe aviária

Tamanho do texto Aa Aa

Torna-se cada vez mais complicado conter os casos de gripe das aves em humanos na Turquia.

Mais uma morte, mais um caso suspeito. Uma criança de 11 anos morreu esta quarta-feira, as autoridades receiam que seja mais um caso de H5N1. Só os exames médicos o podem confirmar. Até agora há diagnosticados 21 casos de gripe das aves em humanos no Turquia. Quatro pessoas morreram Mas é no leste do país que o problema assume proporções preocupantes. É que junto à fronteira, no Curdistão iraquiano, morreu uma jovem de 14 anos com sintomas semelhantes aos da gripe aviária. Por enquanto, são só suspeitas. A confirmarem-se poderá significar que a contaminação passou a fronteira. As autoridades já estão a tomar medidas mas é bom notar que nesta região um controlo eficaz é bastante difícil devido ao conflito armado e às aspirações separatistas do Curdistão. Na Conferência de Doadores em Pequim, o comissário europeu Markos Kyprianou, que tem a pasta da Saúde e da Protecção do Consumidor, sublinhou que as contribuições não são actos de caridade, mas de auto-defesa e de cumprimento das obrigações de solidariedade internacional. De acordo com a AFP, o conjunto de países que está representado em Pequim na conferência de doadores chegou a acordo na obtenção de quase dois mil milhões de euros para a ajudar a combater a doença em todo o mundo. A Turquia já abateu cerca de um milhão de aves na tentativa de evitar a propagação do vírus.