Última hora

Última hora

Israel acusa Síria e Irão de envolvimento em atentados palestinianos

Em leitura:

Israel acusa Síria e Irão de envolvimento em atentados palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

A Síria e o Irão estão directamente envolvidos no atentado de ontem em Telavive. A acusação é feita pelo ministro israelita da Defesa, Shaul Mofaz, que garante ter provas.

O atentado, que fez um morto e cerca de 20 feridos, foi reivindicado pela Jihad Islâmica, grupo ligado ao Hamas e que defende o fim de Israel. O Estado hebraico está em alerta máximo. Na reunião do gabinete de segurança, Shaul Mofaz disse que o ataque foi financiado pelo Irão, planeado na Síria e perpetrado por palestinianos. Por isso, deu ordens para prosseguir as operações contra os activistas. Raanan Gissin, porta-voz do governo hebraico, resume a situação: na “véspera das eleições legislativas palestinianas assistimos à mudança do controlo do movimento de luta e à subida de grupos radicais liderados pelo Irão e pela Síria”. As acusações israelitas surgem no segundo dia de visita do presidente iraniano à Síria. Mahmmud Ahmadinejad encontrou-se hoje em Damasco com líderes de dez grupos radicais palestinianos e ontem, tal como o homólogo sírio, Bachar al-Assad, reiterou o apoio ao povo palestiniano e à resistência contra Israel, com vista à criação de um Estado.