Última hora

Última hora

Fortes indícios apontam para a existência de prisões secretas da CIA na Europa

Em leitura:

Fortes indícios apontam para a existência de prisões secretas da CIA na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

“Não existem, para já, provas irrefutáveis sobre a existência de prisões secretas da CIA em território europeu”, é esta a principal conclusão do relatório preliminar que Dick Marty apresentou esta terça-feira ao Conselho da Europa.

No entanto, o deputado suíço encarregue da investigação afirma que são cada vez mais fortes os indícios que apontam para a existência desses centros, “umaquestão que diz respeito a toda a Europa. É demasiado simples apontar o dedo à Roménia e à Polónia”. Marty afirma que um número cada vez maior de “fontes, múltiplas, fiáveis e bem informadas” apontam nesse sentido. Segundo o deputado, “o verdadeiro debate é sobre saber com que meios queremos combater o terrorismo. Será verdade que, para combater o terrorismo, é preciso renunciar aos Direitos do Homem, renunciar à Justiça, renunciar a todas as garantias construídas ao longo das últimas décadas”, interrogações a que os 46 Estados-membros do Conselho da Europa terão de dar resposta. Entretanto, Marty adiantou também ter recebido esta segunda-feira informações da Eurocontrol, a agência europeia de tráfego aéreo, e imagens de satélite fundamentais para conhecer em pormenor os voos secretos realizados e a eventual existência de prisões ilegais. Dados que estão agora a ser analisados.