Última hora

Última hora

Fronteiras nacionais são prioridades de Israel

Em leitura:

Fronteiras nacionais são prioridades de Israel

Tamanho do texto Aa Aa

As fronteiras nacionais a prioridades da política do governo de Israel referiu o primeiro-ministro israelita em exercício, Ehud Olmert, no primeiro discurso como chefe do executivo, durante um colóquio em Herzliya, perto de Telavive. O objectivo número um de Israel implica a manutenção das colónias judaicas oficiais e o abandono de regiões da Cisjordânia onde vivem palestinianos. Sobre Jerusalém a política é a mesma de sempre: trata-se para Israel da sua capital una e indivisível. A cidade três vezes Santa está fora de qualquer negociação.

“O diálogo com a Autoridade Nacional Palestiniana vai continuar depois das eleições de amanhã, se decorreram em segurança, sob a via do roteiro da paz”, disse o chefe do executivo. Para Olmert o escrutínio representa um passo palestiniano rumo à independência e que Israel é favorável a um Estado palestiniano moderno e democrático. “Os colonatos selvagens vão ser desmantelados e os refugiados palestinianos serão integrados no Estado palestiniano, não haverá refugiados em Israel, é essa a posição dos norte-americanos”, acrescentou.