Última hora

Última hora

Aprovada condenação aos crimes cometidos pelos regimes comunistas

Em leitura:

Aprovada condenação aos crimes cometidos pelos regimes comunistas

Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho da Europa votou por maioria simples uma resolução que condena os crimes cometidos pelos regimes totalitários comunistas, no passado e no presente. A resolução passou, mas não um projecto de recomendação, que não obteve os dois terços necessários. Na recomendação pedia-se ao Conselho uma declaração oficial a favor da condenação internacional desses crimes.

A resolução, por outro lado, condena, sem excepção, as violações em massa dos Direitos Humanos, que incluem homicídios e execuções. O sueco Goran Lindblad, redactor do relatório, afirmou que só na China e na União Soviética o comunismo matou mais de 80 milhões de pessoas. Os grupos popular, liberal e democrata do hemiciclo de Estrasburgo apoiaram a resolução. Os socialistas e a esquerda não. O chefe da delegação russa ao Conselho, Konstantin Kosachev, afirmou que ninguém pode negar os crimes dos regimes comunistas, incluindo os soviéticos, mas esses crimes, no entanto, já foram condenados na Rússia, com excepção do Partido Comunista. Os comunistas russos foram mesmo a Estrasburgo demonstrar a aversão ao projecto de resolução. Liderados pelo líder denunciaram o que consideram ser uma visão deturpada da História.