Última hora

Última hora

Vladimir Putin defende papel da Rússia no G8

Em leitura:

Vladimir Putin defende papel da Rússia no G8

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente russo, Vladimir Putin, fez em conferência de imprensa para mais de 900 jornalistas de todo o mundo, o ponto da situação da política interna e externa da Rússia, e da economia do país.

Dêu ênfase, sobretudo, à presidência russa do G8, apesar das críticas de muitos: Afirmou que a Rússia é um país com uma economia e uma esfera social em pleno desenvolvimento e por isso compreende melhor que qualquer outro no G8 os problemas dos países em vias de desenvolvimento. Por isso, a participação da Rússia no G8 é natural. Além do mais, quem pode imaginar as discussões sobre segurança global sem a participação da primeira potência nuclear do mundo? Putin falou de forma muito diplomática sobre o diferendo do gás com os seus vizinhos, principalmente com a Ucrânia, mas foi menos diplomático em relação aos Estados Unidos, acusando o país de estar a impedir a entrada da Rússia na Organização Mundial do Comércio como membro de pleno direito. A questão do Irão foi lembrada, assim como a proposta adiantada pela Rússia: O governo de Putin propôes criar uma rede de centrais nucleares para tratamento do urânio , que serão abertas a todos os que quiserem participar neste trabalho comum para o desenvolvimento da energia nuclear. Com acesso sem discriminação – a todos, incluindo os iranianos. Putin está satisfeito com a economia russa mas reconhece que os direitos humanos nalgumas regiões, como no Uzbequistão precisam de “uma evolução, e não de uma revolução”.