Última hora

Em leitura:

Confrontos entre polícia israelita e colonos causam centenas de feridos


mundo

Confrontos entre polícia israelita e colonos causam centenas de feridos

Confrontos entre colonos e elementos da polícia de choque israelita causaram quase duas centenas de feridos num colonato ilegal da Cisjordânia.

Um efectivo de cerca de seis mil militares e membros das forças de segurança tentou dispersar à bastonada e com cargas a cavalo os mais de dois mil manifestantes presentes em Amona. A polícia recorreu ainda a um canhão de água para evacuar os telhados dos edifícios repletos de Judeus ultranacionalistas, na maioria adolescentes, que ripostavam com pedras e tudo o que pudessem arremessar. Amona é um colonato ilegal a noroeste de Ramalá e faz parte de um grupo de 24 implantações que Israel quer ver desmanteladas na Cisjordânia, no âmbito do Roteiro da Paz para o Médio Oriente. A operação hoje lançada foi decretada pelo primeiro-ministro interino Ehud Olmert e pode prenunciar um movimento unilateral de Israel na falta de interlocutor palestiniano. Para os representantes dos colonos, a acção da polícia é desproporcionada. “Não sei qual o motivo que leva alguém a decidir o recurso a esta enorme violência”, considera Pinchas Wallerstein. “É preciso ver como estão a usar a força contra crianças e velhos. Ehud Olmert pensa que isto o vai tornar popular. Espero e rezo para que receba a punição que merece nas eleições”, afirma Benny Elon, que além de representante dos colono é parlamentar na Knesset. A capacidade de mobilização dos colonos foi muito maior do que a verificada há cinco meses durante a retirada unilateral da Faixa de Gaza, fazendo do desmantelamento desta implantação ilegal uma tarefa delicada. Depois de evacuarem os telhados, as forças de segurança procederam à demolição de nove edifícios, mas deixaram intactas diversas casas pré-fabricadas enquanto negociam ou aguardam decisões judiciais.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Abbas pressiona Hamas para reconhecer Israel