Última hora

Última hora

Mães de reféns alemães no Iraque apelam à clemência dos raptores

Em leitura:

Mães de reféns alemães no Iraque apelam à clemência dos raptores

Tamanho do texto Aa Aa

À medida que se aproxima o final do ultimato, as mães dos dois reféns alemães no Iraque lançaram um apelo aos raptores.

Os dois engenheiros Thomas Nitzchke e René Braunlich, originários de Leipzig, foram raptados no passado dia 24 de Janeiro em Baiji, a norte de Bagdade, e estão desde então ameaçados de morte. A mãe de Thomas Nitzchke apela à compaixão dos sequestradores: “Thomas e René viajaram para o Iraque sem intenções políticas. Nunca quiseram prejudicar o vosso país. Pedimos a vossa misericórdia e clemência e pedimos do fundo do coração que salvem os nossos filhos. Por favor, libertem Thomas e René.” Na passada terça-feira, uma gravação difundida na televisão árabe Al-Jazira anunciava o ultimato lançado pelos raptores, que davam ao governo de Berlim 72 horas para encerrar a embaixada em Bagdade e cessar qualquer contacto com o governo iraquiano e exigiam também o fim das relações empresariais entre os dois países.O governo germânico, que tem mantido a discrição, segue o assunto através de um gabinete de crise.