Última hora

Última hora

A indignação do mundo muçulmano alastra à Síria

Em leitura:

A indignação do mundo muçulmano alastra à Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Embaixadas da Dinamarca e Noruega em Damasco foram atacadas por manifestantes sírios em fúria. Centenas de pessoas apedrejaram a representação diplomática dinamarquesa e incêndiaram-na para protestarem contra a publicação de caricaturas do profeta Mahomet na imprensa dinamarquesa e recuperada por outros jornais europeus. Os bombeiros foram enviados ao local para tentar apagar o fogo no edifício de três andares que abriga igualmente as embaixadas da Suécia e Chile. Dezenas de manifestantes introduziram-se no interior das instalações tendo destruído e queimado o que encontraram. Este ataque lançou o pânico entre os funcionários dinamarqueses. O governo de Copenhaga exortou todos os cidadãos a abandonar a Síria

Mil metros adiante encontra-se a embaixada norueguesa também alvo de ataques e vandalismo. Os manifestantes conseguiram derrubar o cordão de segurança imposto pela polícia síria. As forças policiais lançaram gás lacrimogénio contra a multidão furiosa. Dez pessoas foram hospitalizadas. Grupos de manifestantes penetraram no edifício de quatro pisos e incendiram o último andar tendo atirado móveis e material informático pela janelas. O governo de Oslo apelou os seus funcionários a abandoanrem a Síria imediatamente.