Última hora

Última hora

Polícia deteve dezenas de alegados traficantes de imigrantes ilegais

Em leitura:

Polícia deteve dezenas de alegados traficantes de imigrantes ilegais

Tamanho do texto Aa Aa

Em Itália, mega-operação contra o tráfico de imigrantes ilegais. A polícia deteve pelo menos 22 pessoas e procura nove outros alegados membros de uma rede com ligações à máfia calabresa.

Segundo as autoridades, os passadores são originários do Sudão, Marrocos, Eritreia e Bulgária. O procurador anti-máfia, Pietro Grasso, explica que entre as acusações está o assassinato de duas pessoas em alto mar que procuravam fugir e que foram abatidas a golpes de martelo. Mas a lista de crimes inclui ainda abuso de menores, tráfico de seres humanos, escravatura e sequestro. A rede estava sediada em Crotone, na Calábria, no Sul do país, mas as detenções foram feitas um pouco por toda a Itália, o país que, só no ano passado, viu chegar 25 mil clandestinos. A rede exigia pelo menos 700 dólares pela viagem e aconselhava os ilegais a fugirem dos centros de acolhimento. Cobrava então o auxílio prestado já em Itália: se a família ou os clandestinos não pagassem eram mantidos como escravos, raptados ou ameaçados.