Última hora

Última hora

Autoridades sírios acusadas de não proteger representações diplomáticas

Em leitura:

Autoridades sírios acusadas de não proteger representações diplomáticas

Tamanho do texto Aa Aa

A Dinamarca, a Suécia e a Noruega protestaram junto das autoridades sírias por causa dos ataques às embaixadas em Damasco. No sábado, centenas de manifestantes em cólera contra a publicação das caricaturas de Maomé vandalizaram e incendiaram as representações diplomáticas da Dinamarca e da Noruega. As autoridades reagiram de imediato e acusaram a Síria de não cumprir com as suas obrigações como proteger as representações estrangeiras.

O ministro dinamarquês dos Negócios Estrangeiros apelou à calma a todos os líderes, políticos e religiosos, de modo a atenuar a onda de violência. Stig Moeller lembra que todos têm a responsabilidade de evitar que a situação assuma proporções ainda mais graves e de procurar voltar ao diálogo. As autoridades dinamarquesas deram ordens ao pessoal diplomático para sair de território sírio e aconselharam os restantes cidadãos com passaporte dinamarquês a deixar o país o mais rapidamente possível. As autoridades sírias lamentaram entretanto os incidentes deste fim-de-semana nas embaixadas em Damasco.