Última hora

Última hora

Incerteza nas presidenciais na Costa Rica

Em leitura:

Incerteza nas presidenciais na Costa Rica

Tamanho do texto Aa Aa

Óscar Arias em vantagem nas presidenciais na Costa Rica mas por muito pouco. Os primeiros resultados oficiais, mostram que o Prémio Nobel da Paz em 1987 lidera a contagem e a corrida para a presidência, cargo que ocupou já entre 1986-90. O candidato do Partido Libertação Nacional supera por poucas décimas os 40% dos votos necessários para vencer na primeira volta, mas a vantagem é quase inexistente para o candidato Ottón Solís, do Partido de Acção Cidadã.

Após os escândalos que nos últimos anos afectaram o país produtor de café, a Costa Rica elegeu também este domingo os dois vice-presidentes, os deputados e os responsáveis municipais. No total, foram chamados às urnas dois milhões e meio de eleitores. Mas a taxa de participação rondou os 65%, a mais baixa desde 1958.