Última hora

Última hora

Interrogações sobre morte de padre católico italiano na Turquia

Em leitura:

Interrogações sobre morte de padre católico italiano na Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Estão por esclarecer os motivos do assassinato de um padre católico italiano na Turquia. O sacerdote foi baleado ontem à saída da missa dominical. O homicídio foi condenado pelo governo turco, que prometeu encontrar o culpado.

A vítima chamava-se Andrea Santoro e tinha 59 anos. Era originário de Piverno, uma localidade perto de Roma, agora em estado de choque. O padre Santoro estava na Turquia há cerca de cinco anos e representava a diocese de Roma na paróquia de Santa Maria de Trebizonda, no Nordeste da Turquia. Segundo testemunhas, o atirador seria um jovem com cerca de 17 anos e que terá fugido a gritar “Allah Akbar”, o que significa “Deus é Grande”. Mas as autoridades recusam-se por agora a ligar este acto à vaga de contestação islâmica sobre a publicação das caricaturas de Maomé. Até porque, a polícia investiga também as ameaças recebidas pelo padre vindas de habitantes que o acusavam de proselitismo.