Última hora

Última hora

Turquia: detido alegado homicida do padre Santoro

Em leitura:

Turquia: detido alegado homicida do padre Santoro

Tamanho do texto Aa Aa

O alegado homicida do padre católico italiano que pregava na Turquia é um adolescente de 16 anos, identificado apenas pelas iniciais O.A., estudante de um liceu turco, detido no nordeste do país. O jovem afirmou que o homicídio foi uma represália pela publicação das caricaturas do profeta Maomé. O padre, de 61 anos, Andrea Santoro, estava na Igreja em Trebizonda quando o adolescente o atingiu com tiros de uma arma de 9 milímetros.

Este homicídio causou uma onda de choque na Turquia, um país laico, onde a maioria da população é muçulmana, mas orgulhoso da tolerância religiosa. O cadáver do prelado foi levado para Istambul para depois ser repatriado para a Itália. O Papa Bento XVI vai aproveitar uma visita à Turquia em Novembro para estreitar mais as relações entre o país e a Santa Sé. O primeiro-ministro Silvio Berlusconi convidou a Turquia a controlar o fanatismo, mas acrescentou que as negociações para a adesão do país à União Europeia não vão ser prejudicadas.