Última hora

Última hora

PPE vacila no acordo sobre directiva Bolkstein

Em leitura:

PPE vacila no acordo sobre directiva Bolkstein

Tamanho do texto Aa Aa

O que ontem era verdade, hoje já não é seguro. O acordo alcançado entre os conservadores e os socialistas do Parlamento Europeu sobre a famosa directiva Bolkstein pode estar ameaçado. Os deputados dos novos estados membros pertencentes ao PPE recusam-se a avalizar o acordo. Invocam que ele esvazia de conteúdo a directiva, facilitando a manutenção das barreiras proteccionistas à livre prestação de serviços e nomeadamente à protecção do consumidor.

Estes deputados não participaram na quarta-feira nas discussões que levaram ao acordo. Os dois grupos propunham várias alterações ao texto, entre as quais a abolição do princípio do país de origem, que tanta polémica gerou.

A directiva dos serviços volta a ser discutida a partir do próximo dia 14 de Fevereiro no Parlamento Europeu e será submetida a votação no dia 16.

O acordo entre os socialistas e os conservadores fazia prever a aprovação do texto com as alterações introduzidas, mas com as discordâncias no seio do partido popular, voltam as dúvidas, tanto mais que os partidos da esquerda já anunciaram a rejeição total da directiva.