Última hora

Última hora

Jornal iraniano responde a caricaturas dinamarquesas

Em leitura:

Jornal iraniano responde a caricaturas dinamarquesas

Tamanho do texto Aa Aa

O jornal iraniano Hamshahri lançou uma competição de caricaturas dedicadas ao tema do Holocausto Nazi. É a resposta da imprensa islâmica aos controversos desenhos publicados na Dinamarca, que provocaram a indignação do mundo muçulmano nas últimas semanas.

Farid Mortazawi é o editor gráfico da publicação iraniana afirmou que “ O objectivo é examinar os limites da liberdade de expressão. O Ocidente afirma que a liberdade de expressão não tem limites e nós queremos saber se estão a ser honestos” O concurso de caricaturas é organizado por um dos jornais iranianos de maior tiragem em conjunto com um centro de exposições de caricaturas de Teerão que pertence ao município da capital e é dominado por aliados do presidente Mahmoud Ahmadinejad. A competição está aberta a artistas iranianos e estrangeiros. Entretanto, na Dinamarca o Partido do Povo, uma formação de direita, terceira força política do país registou uma subida nas sondagens. Pia Kjaersgaard,líder do partido refere que “as pessoas estão mais atentas sobre o que se passa a nível nacional. E o que não podemos tolerar é o insulto à nossa bandeira”. Os protestos dos últimos dias contra os desenhos satíricos do profeta Maomé parecem estar a diminuir. Mesmo assim algumas dezenas de pessoas manifestaram-se este domingo junto a embaixadas em Teerão. Isto, apesar de um apelo do ministério dos negócios estrangeiros iraniano, que fez saber através de um porta-voz que as missões diplomáticas deviam ser respeitadas.