Última hora

Última hora

Rússia reitera convite ao Hamas

Em leitura:

Rússia reitera convite ao Hamas

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia manteve o convite para o Hamas visitar Moscovo, apesar do desagrado de vários os países ocidentais. O objectivo do Kremlin é convencer o movimento a aceitar as condições consideradas essenciais para a existência do diálogo que permita avançar na resolução do conflito.

A confirmação foi dada pelo enviado especial russo ao Médio Oriente, Alexander Kalugin, que se encontrou com o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas, e estabelecer contactos no sentido de preparar a visita do movimento radical palestiniano. “Vamos pedir ao Hamas que mude a sua posição… que admita a existência do Estado de Israel e rejeite o terrorismo”, referiu Kalugin. O convite russo surpreendeu os restantes membros do denominado Quarteto para a paz – Estados Unidos, União Europeia e Nações Unidas – que juntamente com Israel tinham fechado a porta a qualquer forma de diálogo, mas Moscovo mantém-se firme e apela para que a decisão eleitoral dos palestinianos seja respeitada. Em declarações a um jornal russo, Khaled Meshaal, dirigente do Hamas, referiu que o movimento está disposto a cessar a luta armada e a retomar o diálogo se Israel regressar às fronteiras de 1967. Os líderes do Hamas deverão visitar Moscovo no final deste mês.