Última hora

Última hora

Dezenas de cadáveres de aves na ilha de Ruegen

Em leitura:

Dezenas de cadáveres de aves na ilha de Ruegen

Tamanho do texto Aa Aa

Numa altura em que estão em curso medidas para prevenir a disseminação da gripe das aves, as autoridades alemãs anunciaram que na ilha de Ruegen, onde foram encontrados dois cisnes com o vírus H5n1, existem cerca de uma centena de cadáveres de aves. Os responsáveis locais desdramatizaram a situação referindo que as causas da morte podem não dizer respeito a gripe das aves, mas sim a um conjunto de factores como o frio invernal.

Entretanto, Till Backaus, o ministro da Agricultura do Estado de Meclenburg-Vorpommern, região a que a ilha pertence, disse acreditar “que a temida doença está em território germânico pelo menos desde o Outono”, apesar dos casos de H5n1 apenas terem sido confirmados esta quarta-feira. Backaus baseia-se no facto de que será necessário algum tempo para que as aves migratórias contaminem animais locais. Também hoje o vírus H5n1 foi confirmado na Eslovénia. Em Bruxelas o Comité Permanente da Cadeia Alimentar e da Saúde Animal continua reunido para debater a melhor forma de conter uma epizootia.