Última hora

Última hora

O futuro do Kosovo adiado para Março

Em leitura:

O futuro do Kosovo adiado para Março

Tamanho do texto Aa Aa

Já está decidida a data da próxima ronda de negociações sobre o futuro do Kosovo. Será a 17 de Março. Depois de um dia e meio, os primeiros encontros directos entre sérvios e albano-kosovares terminaram hoje sem decisões concretas acerca do estatuto a atribuir à província sob administração da ONU.

No entanto, o debate em Viena não terminou sem frutos. O sérvio Leon Kojen afirma que a sua delegação “tem agora um melhor entendimento e apreciação da posição albanesa” e “parte do princípio” que o inverso também se verifica. Acrescenta que “é um passo em frente, particularmente quando unido ao facto de, em certos pontos específicos, não existir um desentendimento real”. Segundo um mediador das Nações Unidas, estas primeiras conversações pretendiam tratar de “questões práticas” e decorreram “num espírito de grande cooperação”. Acrescentou ainda que “não se esperava um acordo” para já, “mas antes uma apresentação das distintas posições” e que, nesse sentido, o encontro “foi um sucesso”. Lufti Haziri, da delegação albano-kosovar, diz que “uma sociedade multi-étnica é algo em que não só a sociedade kosovar, como toda a comunidade internacional, investe bastante”. Afirma ainda que “esperam e acreditam que é possível ser realmente, no futuro, uma instituição multi-étnica funcional”. No entanto, sérvios e albano-kosovares deixaram claro objectivos diametralmente opostos. Se a descentralização era, oficialmente, a questão em cima da mesa, a maioria albanesa pretende a independência do Kosovo, algo que Belgrado rejeita, propondo antes uma autonomia alargada.