Última hora

Última hora

Ratko Mladic não foi detido, continua a monte

Em leitura:

Ratko Mladic não foi detido, continua a monte

Tamanho do texto Aa Aa

Primeiro foi o governo sérvio a desmentir a detenção de Ratko Mladic e depois, para acabar com todas as dúvidas, o porta-voz de Carla del Ponte, a procuradora do TPI, veio tornar público que a notícia da detenção é falsa.

A informação partiu da agência noticiosa oficial da Sérvia-Montenegro e quase ao mesmo tempo numa televisão local da República Sérvia da Bósnia. De acordo com os dois órgãos de comunicação social, Mladic teria sido detido numa zona montanhosa na fronteira com a Sérvia e estaria já a caminho de Haia, para ser entregue ao Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia. As detenções de Ratko Mladic e Radovan Karadzic são condições essenciais para a abertura das negociações de adesão da Sérvia-Montenegro à União Europeia, como frisou recentemente o comissário para o alargamento, Olli Rehn. Apesar das informações auspiciosas divulgadas por vários meios de comunicação sérvios, Belgrado fez um desmentido oficial, sublinhando que se trata de “uma manipulação que não contribui para os esforços de cooperação com Haia.”