Última hora

Última hora

Mesquita dourada será reconstruída com apoio americano e britânico

Em leitura:

Mesquita dourada será reconstruída com apoio americano e britânico

Tamanho do texto Aa Aa

O mundo manifesta preocupação pelo atentado de Samarra e quer ajudar na reconstrução de um dos principais locais de culto xiita no Iraque. As Nações Unidas condenaram “vivamente” o ataque que destruiu a cúpula e muito do interior do santuário. O Conselho de Segurança afirmou a sua inquietação pelo acto cometido com o que designa de “objectivo de inflamar a tensão sectária” no Iraque e de “comprometer as perspectivas de paz e estabilidade”.

O Reino Unido também já condenou o ataque e manifestou-se disposto a ajudar na reconstrução. Na mesma linha, a posição norte-americana. O porta-voz da Casa Branca, Scott McClellan, afirmou que os Estados Unidos querem “apanhar os responsáveis pelo atentado e ajudar o povo iraquiano na reconstrução da mesquita dourada de Samarra para que esta recupere a sua antiga glória.” O santuário, que alberga o mausoléu dos imãs Ali al-Hadi e Hassan al-Askari, é um dos quatro locais sagrados dos xiitas iraquianos. A mesquita dourada de Samarra foi construída há 1200 anos e tinha já recentemente sido alvo de um outro atentado mas que na altura não fez grande danos.