Última hora

Última hora

Explosão de violência no Iraque mata 50 pessoas e fere mais de 100

Em leitura:

Explosão de violência no Iraque mata 50 pessoas e fere mais de 100

Tamanho do texto Aa Aa

A violência voltou a explodir no Iraque. Esta tarde, uma explosão perto de uma mesquita xiita no noroeste de Bagdade matou pelo menos 16 pessoas e feriu quarenta. Durante a manhã, três explosões quase em simultâneo sacudiram três bairros distintos da capital iraquiana, matando mais de trinta pessoas e ferindo pelo menos 80.

Os ataques foram perpetrados com carros armadilhados, tendo o mais sangrento ocorrido no bairro Al-Amin, no sul da capital. O veículo explodiu à frente de um posto de venda de combustíveis onde se encontrava uma fila de pessoas. O Iraque está a viver desde há pouco mais de uma semana momentos de grande tensão entre as comunidades xiita e sunita. O ponto alto desta tensão foi o ataque contra a mesquita xiita de Samarra na passada quarta-feira. Desde então já morreram 379 iraquianos no país, de acordo com o balanço divulgado esta terça-feira pelo governo, que não tinha em conta o atentado na mesquita desta tarde. Mas a violência não é só interconfessional. Dois soldados morreram esta manhã em Amara, 360 quilómetros a sul de Bagdade. Uma explosão à passagem da coluna militar em que seguiam as duas vítimas mortais feriu ainda um terceiro soldado britânico, mas os ferimentos não põem a sua vida em perigo. Com estas duas mortes, o número de militares britânicos mortos no Iraque eleva-se a 103, desde a invasão do país em Março de 2003.