Última hora

Última hora

Julgamento de Saddam: Segunda audiência dedicada à análise de documentos

Em leitura:

Julgamento de Saddam: Segunda audiência dedicada à análise de documentos

Tamanho do texto Aa Aa

Saddam Hussein regressou ao banco dos réus para mais uma audiência no AltoTribunal Penal de Bagdade, a segunda consecutivo dedicada à análise de documentos assinados pelo ex-ditador iraquiano.

Depois de na tarde de ontem ter exibido vários documentos contra Saddam e os outros sete arguidos, nomeadamente a ordem de execução dos 148 aldeões xiitas de Dujail, o procurador-geral decidiu mostrar esta quarta-feira um documento favorável ao ex-presidente iraquiano. Trata-se de um perdão a dois iraquianos condenados a penas de prisão, mas libertados devido a um erro administrativo. Antes de serem libertados os dois homens viram os seus filhos, seis no total, serem executados no âmbito do processo sobre o ataque contra a coluna de Saddam em Dujail. No documenta, Saddam afirma agraciar os dois homens, de 63 e 50 anos, por não querer “ser mais severo do que o destino.” Durante a audiência desta tarde, Saddam admitiu ter dado ordem para que as quintas dos condenados por tentativa de assassínio em Dujail fossem completamente destruídas. A próxima audiência está marcada para o dia 12 de Março.