Última hora

Última hora

Explosão em Carachi mata diplomata norte-americano e mais quatro pessoas

Em leitura:

Explosão em Carachi mata diplomata norte-americano e mais quatro pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco mortos, entre os quais um diplomata norte-americano, e mais de 40 feridos é o balanço de um atentado com um carro armadilhado esta manhã na cidade de Carachi, no sul do Paquistão, a dois dias da visita de George W. Bush ao país.

As deflagrações ocorreram no parque de estacionamento do hotel Marriott, que é contíguo ao consulado norte-americano da cidade. De acordo com a polícia, um diplomata norte-americano que trabalhava no consulado morreu e um outro funcionário é dado como desaparecido. O consulado norte-americano de Carachi já tinha sido atacado no dia 14 de Junho de 2002. Um ataque que matou 12 paquistaneses. Desde então, nenhuma viatura estava autorizada a aproximar-se da representação norte-americana sem passar por rigorosos controlos rodoviários. O parque de estacionamento está situado nas traseiras do Marriott. Dificilmente uma viatura conseguiria aproximar-se mais do edifício do consulado. Várias viaturas estacionadas no parque de estacionamento do hotel foram incendiadas na sequência da explosão. O presidente George W. Bush, que se encontra actualmente na Índia, é esperado no sábado em Islamabad para uma visita de algumas horas. No decorrer da visita não está prevista qualquer deslocação do presidente a norte-americano a Carachi.