Última hora

Última hora

Putin acusado de "autocracia" por alguns Prémios Nobel da Paz

Em leitura:

Putin acusado de "autocracia" por alguns Prémios Nobel da Paz

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin teve um amargo de boca durante o périplo que realiza a antigos países do Bloco de Leste. Em plena visita à República Checa, teve conhecimento da carta aberta assinada por várias personalidades internacionais em que a política do presidente russo é criticada. Nove personalidades subscreveram o documento, entre elas os Prémios Nobel da Paz Desmond Tutu e Frederik de Klerk e ainda o ex-presidente checo Vaclav Havel. Os nove apelaram à opinião pública mundial para mostrar “uma postura mais activa e crítica em relação ao sangrento conflito checheno, uma guerra com mais de 10 anos e que marca o regresso da Rússia à autocracia”.

Mikhail Gorbatchov chegou a ser indicado como uma das personalidades que subscreveu a carta aberta, mas a Fundação do pai da “Perestroika” depressa fez um desmentido. Em Praga, o presidente Putin assumiu uma “responsabilidade moral” pela repressão sangrenta da Primavera de 1968. O homólogo checo diz que o passado não se esquece mas os tempos agora são outros e há que virar a página.