Última hora

Última hora

Chefe da AEIA esperançado em chegar a acordo com o Irão

Em leitura:

Chefe da AEIA esperançado em chegar a acordo com o Irão

Tamanho do texto Aa Aa

A agência Internacional de Energia Atómica prossegue esta segunda feira uma avalição ao dossiê nuclear Iraniano.

No exterior da Sede da AEIA, manifestantes anti-Irão exigiam a entrega do assunto às Nações Unidas. Apesar de não haver ainda conclusões definidas quanto ao eventual envio do processo ao Conselho de Segurança da ONU, o director da AEIA, Mohamed El Baradei mostra-se moderdamente optimista quanto a um desfecho positivo: “Todos gostaríamos de encontrar um equilíbrio entre o direito do Irão a usar energia nuclear com fins pacíficos e as garantias da comunidade Internacional de que o programa nuclear é exclusivamente para fins pacíficos. O modo de atingir esse equilíbrio cabe à diplomacia encontrar, e eu espero que todos estejam empenhados” Entratanto, Teerão parece ter baixado o tom em relação ao tema nuclear. O Presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad afirmou esta segunda-feira que “a república islâmica do Irão estará disposta a contribuir para um mundo pacífico e trabalhar de acordo com as leis internacionais vigentes”. O tom de desafio que anteriormente marcava o discurso oficial iraniano diminuiu depois do recente encontro entre responsáveis de Moscovo e de Teerão, que não lograram chegar a acordo sobre uma proposta russa que sugeria que o enriquecimento de urânio proveniente do irão seria feito na Rússia. Uma exigência de Teerão, que manteve a intenção de enriquecer urânio a pequena escala no seu território, deitou por terra as negociações que na última sexta-feira juntaram russos e iranianos com uma troika da UE.