Última hora

Última hora

Relatório da AIEA sobre programa nuclear passa para o Conselho de Segurança

Em leitura:

Relatório da AIEA sobre programa nuclear passa para o Conselho de Segurança

Tamanho do texto Aa Aa

O relatório da Agência Internacional da Energia Atómica sobre o programa nuclear do Irão vai ser transmitido ao Conselho de Segurança da ONU, que o deve apreciar já na próxima semana.

Mas o director da AIEA continua optimista, apesar da retórica agressiva de todas as partes, nas últimas horas. Mohamed ElBaradei diz que continua a ser possível chegar a um acordo político e pede a todas as partes que “baixem o tom” das suas declarações. O Irão ameaçou os Estados Unidos com “dor e danos” se Washington persistir no confronto com Teerão e os americanos vaticinaram “consequências significativas” se as autoridades iranianas continuarem a ignorar as obrigações internacionais. O embaixador norte-americano Gregory Schulte, explicou no fim da conferência de Viena que, “em vez de agir para reconquistar a confiança do mundo, o Irão continuou a fazer tudo para fazer o enriquecimento do urânio, dando todos os passos para adquirir o material, tecnologia e conhecimento para produzir armas nucleares”. O chefe da delegação iraniana. Ali Azbar Sultania, sublinhou que “o Irão quer um entendimento pacífico sobre esta questão (…) mas avisa bem o outro lado para não deteriorar a situação e não empreender uma escalada na crise”. O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, fez várias ameaças ao Ocidente numa grandiosa manifestação, advertindo que a oposição ocidental aos seus intentos vai causar arrependimento. Apesar de tudo, pode contar com um aliado: a Rússia, membro do Conselho de Segurança da ONU, já mostrou que não votará sanções contra o Irão.