Última hora

Última hora

ETA mina estradas espanholas e marca início de greve no País Basco

Em leitura:

ETA mina estradas espanholas e marca início de greve no País Basco

Tamanho do texto Aa Aa

Em dia de greve no País Basco a ETA associou-se ao movimento com ataques. Às primeiras horas do dia, a organização terrorista basca alertou para a iminente explosão das quatro bombas colocadas em quatro estradas do Norte de Espanha. As autoridades desviaram o trânsito nos eixos visados.

Uma bomba explodiu na Cantábria, na auto-estrada 8, que liga Bilbau e Santander. Pouco tempo depois deflagrava uma segunda na região de Navarra, na Nacional 11, entre Logroño e Pamplona. Registam-se apenas danos materiais ligeiros. As explosões acabaram por marcar o início de uma greve geral no País Basco, convocada pelo ilegalizado Batasuna. O objectivo é protestar contra o governo regional e a sua recusa em autorizar demonstrações públicas de homenagem a dois membros da ETA falecidos na prisão, na semana passada. O apelo à greve foi lançado após a violência que se registou em algumas das manifestações realizadas no fim-de-semana apesar da interdição. A questão dos prisioneiros e os ataques da ETA assumem outra relevância actualmente, quando existem rumores sobre negociações entre Madrid e a organização. O governo socialista desmente, mas espera a declaração de desarmamento para iniciar o diálogo.