Última hora

Última hora

Veridicto do julgamento de "Grupo de Hofstad" conhecido hoje

Em leitura:

Veridicto do julgamento de "Grupo de Hofstad" conhecido hoje

Tamanho do texto Aa Aa

Sob apertadas medidas de segurança, um tribunal de holandês vai hoje anunciar o veredicto do julgamento em que 14 muçulmanos são acusados de pertencerem à organização terrorista “Grupo de Hofstad”.

O juízes do tribunal de Haia, que se encontram em Amesterdão por questões de segurança, deverão anunciar a inocência ou a culpabilidade dos arguidos, a maioria de nacionalidade marroquina, de pertencerem ao grupo com ligações à al-Qaida. No banco dos réus está sentando também Mohamed Bouyeri, que em Julho de 2005 foi condenado a prisão perpétua pelo assassinato do realizador holandês Theo Van Gogh. O crime ocorreu em Novembro de 2004. Bouyeri apunhalou o realizador holandês por ofensas ao Islão, na sequência da criação do provocativo filme Submissão, uma película que retrata o Corão e os abusos sobre uma mulher. Entre os 14 réus, Bouyeri é suspeito de liderar a organização terrorista, juntamente com outros 3 arguidos. A acusação pediu sentenças entre os 5 e os 21 anos de prisão. Uma das consequências da violência social cometida por estrangeiros na Holanda poderá ser a queda do governo de Jan Peter Balkenende. A um ano das legislativas, a oposição de esquerda venceu as eleições municipais, marcada por uma campanha centrada nas relações intercomunitárias e na segurança.