Última hora

Última hora

Polícia evacua Sorbonne

Em leitura:

Polícia evacua Sorbonne

Tamanho do texto Aa Aa

Símbolo do Maio de 68, a universidade parisiense da Sorbonne volta a ser palco da contestação estudantil. Por volta da quatro da manhã na capital francesa, a polícia forçou a evacuação da universidade a pedido do reitor da academia de Paris. No interior encontravam-se duas centenas de jovens que ocupavam o edifício pela terceira noite consecutiva. Além da Sorbonne, oito universidades no resto do país permaneciam ocupadas na sexta-feira à noite, e em muitas outras o dia foi de agitação e debates.

Horas antes, pouco passava da meia-noite em Paris a polícia tinha já evacuado as ruas adjacentes à Sorbonne, onde tinham começado a ser instaladas barricadas. As forças da ordem utilizaram gás lacrimogéneo e foram brindadas com extintores, cadeiras, livros e muitos outros objectos. A contestação deve-se ao Contrato Primeiro Emprego que o governo impôs sem concertação social. A nova legislação, que pretende criar uma atmosfera empresarial favorável à criação de emprego para os jovens, permite ao patronato pôr fim ao vínculo laboral a qualquer momento durante os primeiros dois anos de contrato.