Última hora

Última hora

Autópsia a Slobodan Milosevic envolta num manto de polémica

Em leitura:

Autópsia a Slobodan Milosevic envolta num manto de polémica

Tamanho do texto Aa Aa

O que causou o enfarte? Há pelo menos duas leituras: envenenamento ou acidente. São esperados esta semana os resultados dos testes toxicológicos feitos durante a autópsia. Um especialista que analisou o sangue de Milosevic há duas semanas acusou o ex-presidente de tomar deliberadamente um antibiótico com efeitos secundários que enfraquecem os tratamentos contra a hipertensão, de forma a poder ser tratado em Moscovo, como queria.

Mas não há provas. Há, no entanto, a carta de Milosevic escrita na véspera da morte, onde acusa o TPI de o tentar matar, e um pedido, em Dezembro, para ser autorizado a ir a Moscovo tratar-se. O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, declarou “ter o direito de não confiar” na autópsia mandada fazer pelo TPI, uma vez que não acreditaram nos russos quando Moscovo ofereceu garantias para tratar Milosevic. Houve médicos sérvios na autópsia que se mostraram satisfeitos com o trabalho feito. O fosso abriu-se. O TPI anunciou um inquérito, quer a verdade.