Última hora

Última hora

Grécia quase paralisada por causa de greve geral de 24 horas

Em leitura:

Grécia quase paralisada por causa de greve geral de 24 horas

Tamanho do texto Aa Aa

Há mais de uma década que não se viam tantos trabalhadores descontentes nas ruas da capital grega. Trinta mil pessoas, segundo os organizadores, participaram em Atenas na principal manifestação do dia.

A Grécia esteve quase paralisada devido à greve de 24 horas do sector público e do sector privado. Os trabalhadores contestam a liberalização do trabalho e as reformas do governo de Costas Caramanlis, exigem aumentos dos salários, medidas de apoio ao emprego e combate ao desemprego, tal como explica um dos grevistas. Segundo os sindicatos, a adesão à greve rondou os 90 por cento, afectando sobretudo os transportes urbano, aéreo, marítimo e ferroviário. Nos hospitais funcionaram apenas as urgências. As escolas, administração pública e bancos trabalharam a meio gás. A comunicação social parou por algumas horas. Em muitas cidades, como em Atenas, circular foi um pesadelo, devido ao caos criado pela greve e pelos trajectos reservados para manifestações.