Última hora

Última hora

Espanha e Mauritânia definem estratégia de combate à imigração ilegal

Em leitura:

Espanha e Mauritânia definem estratégia de combate à imigração ilegal

Tamanho do texto Aa Aa

A Espanha e a Mauritânia vão desenvolver uma estratégia concertada de combate à imigração ilegal. Os secretários de Estado dos Assuntos Externos e do Interior espanhóis visitaram esta quinta-feira o país africano, depois do governo mauritano ter pedido auxílio internacional para lutar contra o problema.

Espanha vai ceder embarcações para as patrulhas da guarda costeira mauritana, ao mesmo tempo que reforça a vigilância das suas águas.Madrid deseja também reactivar um acordo de repatriação assinado com Nouakchott em 2003. Da capital mauritana, a delegação governamental espanhola deslocou-se a Nouadhibou, cidade que se tornou o principal porto de saída dos clandestinos depois do reforço da segurança nos enclaves de Ceuta e Melilla. De acordo com as autoridades locais, nesta região encontram-se entre 10 e quinze mil imigrantes à espera de uma oportunidade para tentarem chegar à Europa. Só durante esta semana, quase mil clandestinos sobreviveram a uma viagem marítima de 800 km para chegarem às Canárias.Desde o início do ano, mil pessoas morreram durante a travessia.