Última hora

Em leitura:

Fórum Mundial da Água arranca com confrontos nas ruas


mundo

Fórum Mundial da Água arranca com confrontos nas ruas

A cidade do México recebe desde quinta-feira o IV Fórum Mundial da Água, um encontro que reune cerca de cinco mil participantes entre especialistas públicos e privados, representantes governamentais do mundo inteiro e ONGs.

O Fórum tem como principal objectivo encontrar soluções para uma urgente melhoria da gestão dos recursos hídricos do planeta. Loic Fouchon, presidente do Conselho Mundial da Água afirmou que “a situação mundial é inaceitável. A escassez e a baixa qualidade da água causaram só no ano passado dez vezes mais mortes do que todas as guerras do planeta” Enquanto os delegados do Fórum davam início aos trabalhos, no exterior, manifestantes iniciavam confrontos com a polícia. Centenas de milhar de contestatários destruíram carros das forças da ordem que entretanto mobilizarammilhares de agentes para as ruas barricadas. Grupos de activistas protestaram contra a privatização do fornecimento de água, e acusam a organização do Fórum Mundial de estar a promover posições próximas das nações ricas e das grandes corporações. A falta de água potável atinge mais de mil milhões de pessoas na América do Sul, em África e na Ásia, emquanto a falta de saneamento básico afecta cerca de 2,6 mil milhões de habitantes dos três continentes. Todos os anos oito milhões de pessoas morrem devido a doenças causadas por águas estagnadas ou poluídas, como a cólera, a diarreia ou a febre tifóide. Metade das vítimas mortais são crianças. As Nações Unidas fixaram como meta o ano de 2015 para reduzir a metade o numero de pessoas que não têm acesso a água potável e saneamento básico.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Tensão na Bielorrússia a dois dias das presidenciais