Última hora

Última hora

L'Oréal compra Body Shop

Em leitura:

L'Oréal compra Body Shop

Tamanho do texto Aa Aa

A francesa L’Oréal, maior grupo mundial no sector dos cosméticos, vai comprar a cadeia britânica de lojas Body Shop por cerca de 945 milhões de euros.

A L’Oréal garante que vai operar a Body Shop como uma entidade separada. Com esta compra, o grupo francês ganha acesso a uma rede de 2000 lojas, espalhadas por 53 países. Os analistas dizem que é um acordo vantajoso para ambas as partes.

A L’Oréal lidera, destacada, o sector dos cosméticos na Europa, com um volume de negócios de 14,5 mil milhões de euros em 2005. Só muito atrás aparece a alemã Beiersdorf, fabricante dos produtos Nivea. A Body Shop tem uma dimensão mais de vinte vezes inferior à da furura casa-mãe.

Tudo começou com uma pequena loja em Brighton, uma praia no Sul da Inglaterra, que abriu as portas em 1976. Anita Roddick foi a fundadora e principal responsável pela expansão do grupo. A família Roddick é actualmente accionista de 19% da empresa. A L’Oréal garante que Anita Roddick vai continuar como consultora do grupo.

“Os negócios não nascem na natureza nem são criados por Deus. São feitos por homens e mulheres, por isso são sujeitos à mudança. Pessoas que, há alguns anos, eram nossas inimigas são agora os mais fortes apoiantes. As pessoas mudam e percebem o valor das pequenas empresas” – Roddick justifica assim a compra da empresa. A Body Shop ganhou fama como uma cadeia de lojas que só vende produtos naturais e cujo fabrico obedece a normas éticas, nomeadamente proibindo o teste em animais.

Foi uma fórmula que resultou e permitiu o crescimento do grupo. No entanto, a tentativa de entrada no mercado norte-americano acabou por falhar.