Última hora

Última hora

Milosevic em câmara ardente no Museu da Revolução

Em leitura:

Milosevic em câmara ardente no Museu da Revolução

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de apoiantes de Slobodan Milosevic prestaram esta quinta-feira homenagem ao antigo presidente sérvio, encontrado morto no sábado passado na cela do TPI que ocupava em Haia. Milosevic, que de acordo com a autópsia foi vítima de enfarte do miocárdio, está em câmara ardente no Museu da Revolução em Belgrado.

A morte do antigo líder sérvio está envolta em polémica e a realização do funeral não é menos controversa. Após muita discussão, as autoridades sérvias concordaram que Milosevic seja sepultado no sábado numa cerimónia privada na propriedade da família, em Pozarevac, a cidade em que nasceu, situada 70 km a leste de Belgrado. Entretanto, esta sexta-feira, o presidente e o secretário do TPI para a ex-Jugoslávia darão uma conferência de imprensa em Haia para tornarem públicos os últimos pormenores sobre a investigação à morte de Slobodan Milosevic. No encontro com a imprensa, que terá lugar ao meio-dia local, menos uma hora em Lisboa, poderão vir a ser divulgados os resultados preliminares dos exames toxicológicos.