Última hora

Última hora

A ameaça de greve geral paira sobre a França. Estudantes e sindicatos deram

Em leitura:

A ameaça de greve geral paira sobre a França. Estudantes e sindicatos deram

Tamanho do texto Aa Aa

este sábado um prazo de 48 horas ao governo francês para suspender o contrato primeiro emprego.

Este Sábado centenas de milhares de pessoas desfilaram por todo o país em protesto contra a polémica medida apresentada pelo governo como um meio de luta contra o desemprego juvenil. Um dos pontos que motiva a rejeição do contrato é o facto de este permitir o despedimento sem justificação ao fim de dois anos de trabalho. Os estudantes estão dispostos a paralisar o país para mostrar o seu descontentamento. “Vamos muito provavelmente apelar à greve geral. faremos também um balanço para saber como continuaremos o movimento”, afirmou um líder estudantil de Dijon. Apesar da maioria dos protestos ter decorrido de forma pacífica registaram-se alguns confrontos. Em Paris, a polícia lançou gás lacrimogénio e deteve perto de 60 manifestantes. Doze estudantes e quatro polícias ficaram feridos. As questões laborais são uma prioridade política em França onde a taxa de desemprego chega quase aos dez por cento. Além dos problemas económicos, esta medida pode ainda ter custos políticos para Dominique de Vilepin, um dos possiveis candidatos às presidenciais do próximo ano.